sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Seu João foi saber mais: descarte de lâmpadas e sua eficiência!


Olá, amigos da turma! Como vão?

Estava fazendo um dos meus vôos matinais quando vi lâmpadas sendo separadas do lixo comum e do lixo reciclável para serem jogadas fora. Fiquei intrigado quando soube que lâmpadas têm que ser descartadas com o maior cuidado!


Fui entender melhor tudo isso! Vou explicar pra vocês:

As lâmpadas fluorescentes possuem uma pequena quantidade de mercúrio, que é um metal pesado e tóxico para os seres e o meio ambiente. E quando as lâmpadas são jogadas no lixo e se quebram é liberado o mercúrio que contamina o solo, os rios próximos, o lençol freático e os animais, inclusive o homem. Nossa! E a intoxicação por mercúrio pode causar sérios problemas de saúde! Nada legal, não é?

Mas a parte boa é que você pode ajudar a mudar essa situação!

Ao contrário do que muitas pessoas imaginam, as lâmpadas podem ser recicladas! Existem empresas que oferecem serviço de reciclagem de lâmpadas no Brasil.

Vejam algumas:

• Tramppo

• Apliquim


 

Peça para o papai ou a mamãe ligar numa das empresas de reciclagem ou fazer uma pesquisa sobre uma empresa mais próxima de sua casa, para que sua lâmpada fluorescente velha seja reciclada.

Vejam como é interessante o processo de reciclagem:

Depois que a lâmpada está na empresa, ela passa por um equipamento que possui um sistema de vácuo associado a altas temperaturas que separa o mercúrio do restante do material da lâmpada, possibilitando a reciclagem do cobre, do vidro e alumínio. Muito legal!

Com esse processo de reciclagem há o reaproveitamento de mais de 98% da matéria- prima utilizada na fabricação da mesma!

É fácil colaborar, não é mesmo, amigos? E eu também fiquei muito curioso em saber qual lâmpada é mais eficiente e poupa energia.

Existem dois tipos de lâmpadas comuns para o dia a dia:

• As lâmpadas incandescentes são aquelas menores e que iluminam menos, pois 80% da energia utilizada nela é transformada em calor e apenas 15% gera luz, ou seja, gasta mais energia e ilumina mesmo, por menos tempo.

• As lâmpadas fluorescentes e as fluorescentes compactadas funcionam de outra maneira e consomem menos energia e duram cerca de 6 a 10 vezes mais que as incandescentes.

Agora vocês já sabem que é melhor utilizar a lâmpada fluorescente. Mas não esqueçam: Sempre que possível utilize a luz natural!

Conto com a colaboração de vocês.
Abraços de passarinho, amigos da turma!

Seu João

Pesquisa e texto: Bióloga Élen Soares, colaboradora do Estúdio, que
trocou todas as lâmpadas de sua casa! Agora só fluorescentes!

Um comentário:

  1. Li e achei super educativo, é incrível como nos dias de hoje ainda estejamos tão desinformados sobre as coisas, sabemos usar, mas não nos preocupamos com o destino que cada coisa que usamos terá depois, ignorando os resultados de nossas ações...

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails